Artesão gravataense é valorizado e expõe trabalhos em feira todo sábado no CIT

Publicado em 10 de outubro de 2021, por Ana Paula | Categoria: Assistência Social e Juventude

Centro de Informações Turísticas de Gravatá foi o local escolhido para apresentar as obras dos artistas locais para o grande público 

Agora é pra valer. Todo sábado, no Centro de Informações Turísticas de Gravatá, um sonho antigo dos artesãos da cidade torna-se realidade: ter mais um local de grande visibilidade para expor suas peças.

Essa é a política de valorização dos artesãos e artesãs gravataenses realizada pela gestão municipal do prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, por meio das secretarias de Assistência Social e Juventude e de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer.

São artesanatos diversos, com artigos de decoração, vestuário, alimentação e variedade de matéria-prima. Uma delas é a madeira, trabalhada pelo artesão João Galdino de Moura,  que entre suas inspirações estão os pássaros e o Espírito Santo. Ele fala do incentivo da prefeitura para que essa visibilidade aconteça. “O artesão, na maioria das vezes, não tem apoio. Aqui, a gente não tinha, porque eu já tinha pensado nesta feira em 2000 e de lá para cá a gente nunca teve essa oportunidade. O incentivo do prefeito Joselito foi muito importante, porque está valorizando o artista da terra. Estou muito orgulhoso do que o prefeito está fazendo porque estamos tendo essa oportunidade e as pessoas estão podendo ver e vivenciar essa feirinha, que está apenas começando. A prefeitura está de parabéns e não tenho palavras para agradecer, porque é muito importante o artesão ter onde expor seu trabalho ”. 

 

Silvania Alves de Lima, mais conhecida como Silvania Artesã, faz parte do grupo de artesãos Arte da Gente e é organizadora da feirinha, junto com Solange. Ela contou que começou na Estação do Artesão e explicou como surgiu a ideia da feirinha. “A gente queria um local para mostrar nosso trabalho, porque só tínhamos espaço em épocas sazonais, como Natal, Carnaval, e aqui vamos ficar todo sábado, fixo, das 15h às 20h. Levamos o projeto para o vice-prefeito, Júnior Darita, ele gostou da ideia e ele também já pensava em algo assim, ligado ao artesanato, como forma de divulgar a cidade também. Desde março deste ano, já estávamos conversando sobre, estudando uma forma do projeto da barraca, que pode ser levada para outros lugares, cidades, para onde a gente for convidado para mostrar o nosso artesanato, estaremos lá para representar Gravatá”.

 

Thamires Ferreira, diretora de Cultura de Gravatá, reforça que “a gestão do prefeito Joselito Gomes está de braços abertos para receber todos os projetos de nosso município e esse projeto está sendo idealizado também pelo grupo de artesãos de Gravatá, que trouxe o projeto e a gente abraçou. Então todos os sábados, você, gravataense, visitante, vai poder conhecer uma feira belíssima e muito organizada. Essa é uma gestão que realmente abraça a cultura de Gravatá”. 

 

O vice-prefeito de Gravatá, Júnior Darita, esteve na feira cultural neste primeiro dia e falou que “a intenção da gestão desde o começo era utilizar esse espaço em um local múltiplo e esse era um anseio antigo, de trazer uma feirinha para cá, das pessoas de Gravatá, da arte da cidade, exposta em um local onde o turista vem buscar informação. O prefeito Joselito Gomes demonstrou essa vontade, por nós da Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, e toda equipe. Aproveitamos a oportunidade para convidar todos para conhecer a feirinha de artesanato e quero agradecer a Leandro, que é do CIT, Thamires, e toda equipe da gestão para dizer que nada mais justo do que incentivarmos o artesanato, pois nós temos uma primeira-dama que é artesã, Viviane Facundes, e o nosso prefeito quer porque quer que a nossa cidade seja valorizada e isso vai ser. Joselito e Darita têm compromisso com as pessoas”.  

 

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Anderson Souza (SECOM)

 


QUADRO DE AVISOS




ÚLTIMAS NOTÍCIAS