JANEIRO BRANCO: CAPS II realiza atividades em alusão à saúde mental

Publicado em 11 de janeiro de 2023, por Mathilde Souza | Categoria: CAPS

Oficina de arteterapia proporciona momento terapêutico e cuidado com os usuários da unidade 

 

O Centro de Atenção Psicossocial – CAPS II Nova Vida, neste mês de campanha do Janeiro Branco, realiza atividades voltadas à campanha que tem como tema “A vida pede Equilíbrio”.

 

Nesta quarta-feira (11), a equipe multiprofissional proporcionou aos usuários do CAPS II uma oficina terapêutica que enfatizou o cuidado e a expansão da Saúde Mental.  

 

 

Foi levada pela professora da oficina a estrela da felicidade, conhecida como o giramundo, que é uma estrela que se pendura em algum lugar da sua casa, põe-se em cima de mesa de centro, presenteia-se, faz-se para vender, porque além de ser terapêutico, pode virar uma fonte de renda, para que a pessoa se sinta bem, ela sinta que pode fazer alguma coisa e ter algum rendimento com isso.

 

Leonai Maria dos Santos, usuária do CAPS II, comenta sobre esse momento proporcionado a eles: “Aqui a gente de tudo um pouco melhora a mente, a alma, enfim, são novos conhecimentos, são novas famílias, e cada novidade que vem é uma maravilha para cada um de nós, sempre. Então cada novidade que vier mais pra gente é mais do que uma maravilha, a gente aprende, a gente pode até ganhar dinheiro com isso também e para eles verem que o CAPS não é só de louco, que o CAPS tem artista, tem gente que quer o melhor não só para a gente como para outros”.

 

Gicélia Ferreira, assistente social da equipe Multiprofissional, comenta sobre essa iniciativa de levar o artesanato para que os usuários possam confeccionar: “A ideia foi trazer nesse mês de alusão ao Janeiro Branco, que é o mês de alusão a saúde mental, a importância da saúde mental, uma oficina que fosse boa para eles, que é a arteterapia é sempre relaxante, é boa para mente e ajuda no desenvolvimento da saúde mental como um todo. E também essa oficina vai ajudar na coordenação motora para quem tem dificuldade de locomover as mãos. Além de ser terapêutico também ajuda no desenvolvimento na coordenação motora”.

 

A coordenadora do CAPS II, Patrícia Silva, comenta essa iniciativa: “Em parceria com a equipe Multi, estamos fazendo esse artesanato do giramundo que é uma ocupação muito importante para eles e a gente sabe que tem o resultado, o resultado da curiosidade, do fazer e se atentar a essa conscientização que enquanto a gente ocupa as nossas mãos, a gente relaxa a nossa mente”.

 

Reportagem: Mathilde Souza

Fotos: Nilson Silva (SECOM)


DESTAQUES


MATÉRIAS E PUBLICAÇÕES




ÚLTIMAS NOTÍCIAS