Prefeitura de Gravatá inicia operação de retirada do enxame de abelhas da passarela na BR-232

Tags: ,
Publicado em 10 de setembro de 2021, por Filipe Vasconcelos | Categoria: Destaque

Esse serviço tem intuito retirar as abelhas daquele local e trazer tranquilidade à comunidade  

 

A Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Segurança e Defesa Civil, junto à empresa Vertical, deu início à operação para a retirada do enxame de abelhas semi-africanas que estão instaladas na passarela localizada na BR 232, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Toda a ação, que começou na noite desta quarta-feira (02), foi pensada e estudada para que a realização fosse feita de forma delicada, já que na passarela existem nove enxames de abelhas que são imprevisíveis.

Vale lembrar que, neste intervalo de seis anos, nenhuma medida foi tomada e quatro pessoas foram atacadas no local: uma mulher, duas crianças, sendo uma delas atacada duas vezes em momentos diferentes, e um idoso de 78 anos, que não resistiu aos ferimentos provocados pelas ferroadas e faleceu.

Então, o prefeito Padre Joselito cobrou rapidez para resolver essa questão, pois além do risco de levar ferroada das abelhas durante a passagem na passarela, os moradores daquela região correm o risco de atropelamento ao tentar a travessia pela pista de alta trafegabilidade de veículos.

Manoel Severino, dono de restaurante naquela região, estava bastante satisfeito ao ver o cuidado da gestão em atender o apelo feito pela população: “Boa, muito boa essa ação, porque as abelhas estão prejudicando. Às vezes vai lá para casa atacar, domingo ia passando uns ciclistas e as abelhas atacaram eles. É uma ação muito boa”.

O apicultor e profissional responsável pela erradicação dos enxames de abelhas, Tarcísio Batista, detalha como será feito o processo: “De início a gente vai tentar expulsá-las do local que elas se encontram, é um local de difícil acesso para fazer uma captura normal. Então, vamos expulsá-las, provavelmente elas vão se aglomerar em algum local e vamos resgatá-las e levá-las para um local seguro, um apiário nosso, para que não tenha problemas futuramente”.

Elizeu Vieira, coordenador da Defesa Civil de Gravatá, esteve presente no local acompanhando toda a movimentação: “Hoje a gente sabe que a comunidade corre o risco, quando não é as abelhas, é essa BR, mas a gente espera que a partir de hoje isso tenha um fim. Está começando um serviço hoje, é um serviço de muito cuidado, feito com muita tranquilidade, não tem que ter pressa, porque se tiver pressa, faz errado. Porém a gente vai iniciar hoje e vamos até o final. A ideia é trazer tranquilidade e cuidar das pessoas”, disse.

Além de representantes da empresa Vertical, estiveram presentes, dando total apoio, a equipe: a Guarda Municipal, o Corpo de Bombeiros, e ambulância disponibilizada pela Secretaria de Saúde de Gravatá.

 

Reportagem: Mathilde Souza

Fotos: Nilson Silva (SECOM)  


QUADRO DE AVISOS


MATÉRIAS E PUBLICAÇÕES




ÚLTIMAS NOTÍCIAS