Instituto Movimento Ambiental de Pernambuco apresenta propostas socioambientais para prefeito de Gravatá

Tags: , , , ,
Publicado em 25 de novembro de 2021, por Ana Paula Figueirêdo | Categoria: Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente

O IMOA apresentou projetos que são voltados para inclusão de pessoas que estão às margens da sociedade 

 

O prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, conversou, na tarde desta quarta-feira (24), no gabinete do Paço Municipal, com integrantes que fazem parte do Instituto Movimento Ambiental de Pernambuco, com sede em Caruaru. 

A conversa teve como principal objetivo apresentar, ao prefeito, propostas socioambientais que poderão ser trabalhadas em Gravatá voltadas para pessoas que enfrentam vulnerabilidade social, como é o caso dos coletores de recicláveis. 

Gilvaneide Silva, presidente do IMOA, explica qual foi a proposta trazida para a Prefeitura de Gravatá. “Trouxemos uma proposta de coleta seletiva, de educação ambiental, e também de olhar para o catador, de transformar a vida deles trazendo mais dignidade com uma renda mais segura e mais organizada. Oferecemos oficinas, transformação nesse setor, trazendo a empresa e o comércio para junto e eles olharem para esse catador. O município é importante nesse sentido e  está dentro do programa de proposta do governo para que a prefeitura execute a coleta seletiva agregando também a educação ambiental. Essa foi a primeira conversa e a gente percebeu que é tudo o que o prefeito Joselito estava já com o intuito de fazer, então a receptividade foi maravilhosa, o olhar dele, e como ele disse que essas questões não estão na mente dele, mas no coração. Então casou muito bem com o que ele estava procurando. Vemos que os resultados e os frutos serão bem-vindos para todos: para a cidade, para a gestão e para o instituto”. 

 

O prefeito Joselito Gomes falou como recebeu a ideia. “Teremos um segundo encontro trazendo outras secretarias a fim de que possamos aprofundar mais o tema, olhando nossa realidade de Gravatá e a partir daí como abraçar esse projeto e colocá-lo em prática, porque ele é importante para o cuidado que devemos ter em relação ao meio ambiente e é importante também para a questão da geração de renda. Quando pensamos em organizar aquelas pessoas que já estão naturalmente fazendo a coleta de material reciclável, daí queremos seguir o caminho da coleta seletiva, organizando as pessoas e que a partir daí elas tenham sua renda para a manutenção da família. Vamos seguir as etapas necessárias com muita tranquilidade, determinação e responsabilidade, porque nosso compromisso é com as pessoas”. 

Estiveram presentes na conversa o presidente da Agência de Meio Ambiente de Gravatá,  Artur Teixeira, e pelo IMOA estavam o vice-presidente do instituto, Marcos Renner, o diretor de mercado, Cláudio Oliva, e o vereador Neném de Uruçu.

 

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Marcone Barros (SECOM)

 


QUADRO DE AVISOS


MATÉRIAS E PUBLICAÇÕES




ÚLTIMAS NOTÍCIAS