Mulheres de Gravatá finalizam cursos de automaquiagem e adereços carnavalescos 

Tags: , , , ,
Publicado em 08 de fevereiro de 2024, por Ana Paula Figueirêdo | Categoria: Curso

Foco da atividade está no aprendizado e na expectativa de geração de renda

 

 

O Carnaval já está na porta e as mulheres gravataenses estão antenadas com as tendências de adereços e maquiagem para a época festiva.

 

 

Um grupo delas realizou cursos de automaquiagem e confecção de adereços carnavalescos, numa carga horária de 16 horas, na quarta (07) e quinta (08), na Secretaria da Mulher de Gravatá. 

 

 

O curso foi uma parceria entre a Prefeitura de Gravatá e o Instituto Saberes, que trouxe os instrutores Everaldo Silva, para ensinar maquiagem, e Sandra Albuquerque, que passou conhecimentos sobre adereços. No encerramento, as alunas receberam certificado. 

 

 

 

Lusanira Maria da Conceição (ao centro), aposentada, participou dos cursos junto com a filha dela e ficou muito satisfeita com o resultado final. “Achei maravilhoso, pense num negócio bom! Por mim acabava nunca, é muito bom isso aqui. Principalmente o pessoal que trabalha na secretaria, não tem defeito. Minha filha achava que não conseguiria fazer os adereços e fez, até mais bonito que o meu. Agora eu não penso em vender, mas penso em brincar o Carnaval e depois já temos a opção.

 

Ailin Coutinho (ao centro), agricultora, pensa em ganhar uma renda extra com o novo aprendizado. “Achei interessante o curso e adorei. Estou pensando em começar a vender os adereços, para crianças e adultos. Já fiz outro curso, dos enfeites natalinos ano passado e quero fazer outros”.

 

Ester Gomes, secretária da Mulher de Gravatá (vestido estampado), fala sobre mais esse curso e deixa um recado importante. “Foram dois cursos com a prefeitura antenada para essas possibilidades, porque além de aprenderem, existe uma expectativa de gerar renda àquelas mulheres que queiram comercializar. São adereços bonitos, coloridos, bem a cara do Carnaval. E acima de tudo, vamos brincar focados no respeito, não achar que porque é Carnaval tudo pode, que as mulheres estão aí livres para serem de alguma forma invadidas e a campanha reforça e reafirma que não é não. Bom Carnaval!”. 

 

Reportagem e fotos: Ana Paula Figueirêdo

 


DESTAQUES


MATÉRIAS E PUBLICAÇÕES




ÚLTIMAS NOTÍCIAS