Prefeitura promove dia de vacinação para crianças de Gravatá em comunidades do município

Tags: ,
Publicado em 09 de novembro de 2021, por Filipe Vasconcelos | Categoria: Destaque

No próximo dia 20, localidades serão contempladas com equipes de saúde para atualização da caderneta de vacina

 

 

A Campanha Nacional de Multivacinação para crianças e adolescentes oferece 18 tipos de vacinas para menores de 15 anos. O objetivo é atualizar a caderneta de vacinas desse público. Por isso, a Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Saúde, realizará no sábado (20), nas comunidades Porta Florada, Manibu, Princesa de Gales, Caatinga Vermelha, Volta do Rio, Salgadão e Novo Gravatá, das 07h às 13h, uma força-tarefa para essa atualização. Serão definidos pontos estratégicos de vacinação em cada localidade que será previamente divulgado à população local.

 

A vacinação infantil é um compromisso da gestão durante o ano inteiro, em todas as USFs do município. Dentre as vacinas disponíveis nos postos o ano inteiro, estão: BCG, Hepatite A e B, Penta (DTP/Hib/Hep B), Pneumocócica 10 valente, VIP (Vacina Inativada Poliomielite), VRH (Vacina Rotavírus Humano), Meningocócica C (conjugada), VOP (Vacina Oral Poliomielite), Febre amarela, Tríplice viral (Sarampo, rubéola, caxumba), Tetraviral (Sarampo, rubéola, caxumba, varicela), DTP (tríplice bacteriana), Varicela e HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

 

O coordenador do Programa Nacional de Imunização (PNI), Leudard Leon explica como funciona a campanha no município. “Essa campanha de multivacinação para atualização do cartão de vacina das crianças vai de zero até 14 anos, 11 meses e 29 dias. O Dia D de vacinação é realizado justamente para intensificar essa vacinação. São ofertadas todas as vacinas que estão incluídas na caderneta de vacinação da criança, que vai desde vacina de influenza à meningite, paralisia infantil, hepatite, entre outros”.

 

Jairo Teixeira, coordenador da Atenção Primária à Saúde de Gravatá faz um apelo aos pais. “Nosso apelo é para que procurem os agentes comunitários de saúde, se informem com eles como ter acesso à vacinação e procurem a sua unidade. Todas as unidades estão repletas de todos os modelos biológicos necessários para contemplar qualquer faixa etária”.

 

 


QUADRO DE AVISOS


MATÉRIAS E PUBLICAÇÕES




ÚLTIMAS NOTÍCIAS