Defesa Civil de Gravatá realiza simpósio com integrantes da administração municipal

Publicado em 18 de agosto de 2021, por Ana Paula | Categoria: Órgãos

Orientação abordou o conjunto de ações que tem o objetivo de reduzir os riscos e danos sofridos pelos moradores em caso de acidentes ou desastres


A Prefeitura de Gravatá realizou o 1o Simpósio de Defesa Civil, na manhã desta quinta-feira (15), no auditório da Secretaria de Saúde.

O Simpósio, que trouxe o tema “Defesa Civil, Direito e Responsabilidade de Todos”, foi apresentado por Elizeu Vieira, profissional que tem vasta experiência na área e que faz parte do quadro de funcionários da Secretaria de Segurança e Defesa Civil de Gravatá. Ele abordou o papel da Defesa Civil, os objetivos do trabalho dela e como é sua atuação na sociedade.

Por isso, entre os participantes estavam integrantes da Guarda Civil Municipal (GCM), representada pelo comandante André Paiva, das secretarias municipais de Segurança e Defesa Civil, representada pelo secretário Major Gilmar Oliveira, e pelo secretário executivo, Irnaldo Pedro, de Planejamento e Orçamento, representada pelo secretário da pasta, Vital Medeiros, de Assistência Social e Juventude, além do vereador Neném de Uruçu e administradores distritais.

Na ocasião, houve a entrega dos coletes aos integrantes das secretarias que irão unir forças com a Defesa Civil, caso a população gravataense precise.

O secretário da pasta que organizou o evento, Major Gilmar Oliveira, falou do objetivo do simpósio. “Primeiro, a gente tem que mostrar para as pessoas como a Defesa Civil funciona, pois cada membro da sociedade tem que ter conhecimento dos seus direitos e das suas responsabilidades. Selecionamos algumas pessoas da administração municipal, das outras secretarias, e essas pessoas são incumbidas de algumas funções, então elas devem saber o que vão fazer no caso de acidente. Esse é o primeiro encontro do qual nós mostramos a estrutura da Defesa Civil, como ela está funcionando e o que cada um precisa para que ela realmente funcione em caso de uma emergência”.

Major Gilmar revelou como encontrou a Defesa Civil de Gravatá. “Nós, quando chegamos na gestão, encontramos uma Defesa Civil completamente abandonada, com Plano Municipal de Contingência antigo e inacabado. Então, de janeiro até agora estamos trabalhando em cima dele e estamos com ele concluído, faltando apenas alguns detalhes, mas nada deixou de funcionar por causa disso. A Operação Pipa, que depende também desse plano, está funcionando, nós fizemos visitas desde o começo do ano a algumas empresas, a Zona Rural, porque a gente pensa que a Defesa Civil só trabalha se for o caso de enchente, mas é muito mais amplo do que isso. No caso de Gravatá, o período de estiagem deve alertar o prefeito sobre um possível decreto para ajudar a Zona Rural, por exemplo, então a gente tem que estar sempre em alerta”.

O prefeito, Padre Joselito participou do simpósio e considerou que “a realização desse Simpósio de Defesa Civil foi para que a população tome consciência de que precisamos de organização, de definição, estratégias para que esse trabalho de prevenção aconteça, porque quando algo que possa atingir a população, como inundação, incêndio, qualquer outro tipo de desastres que porventura acontecer, o município esteja preparado para saber como agir, com quem age e trazer segurança para população, principalmente aquela que está sendo diretamente atingida através daquele fenômeno, daquele acidente. Assim queremos agir, caminhar na nossa gestão, organizando tudo, porque o nosso compromisso é com as pessoas”.

No mês de setembro está previsto para acontecer o Encontro Estadual de Defesa Civil em Gravatá.

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Anderson Souza (SECOM)


QUADRO DE AVISOS




ÚLTIMAS NOTÍCIAS