Felicidade e justiça social marcam entrega das casas às famílias sorteadas pelo Programa Casa Verde e Amarela em Gravatá

Publicado em 14 de outubro de 2021, por Ana Paula | Categoria: Assistência Social e Juventude

O sonho da casa própria se realizou após gestão do prefeito Joselito encontrar irregularidades no processo anterior do Residencial Riacho do Mel III e solucionar a questão

 

O dia 14 de outubro de 2021 vai ficar marcado na vida de quem faz parte da gestão do prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, e de 194 famílias que, enfim, poderão bater no peito e dizer “eu tenho casa própria.”

O grande dia foi testemunhado pelo vice-prefeito de Gravatá, Júnior Darita, e por demais  autoridades e funcionários que fazem parte da Prefeitura de Gravatá, das secretarias de Assistência Social e Juventude, de Governo, de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural, de Saúde, da Mulher, de Finanças, de Segurança e Defesa Civil, de Planejamento e Orçamento, de Comunicação Social e Imprensa, do Gabinete, da Procuradoria Municipal, além dos deputados André Ferreira, federal e Waldemar Borges, estadual, dos representantes da Caixa Econômica Federal, e dos vereadores Cabritinha, Leandro do Transporte Alternativo, Neném de Uruçu e Nego Suíno. 

Antes de começar a cerimônia, foram realizados sorteios aos moradores do Residencial, oferecidos pelos comerciantes da cidade. Dentre os prêmios estavam ferro de passar roupa, liquidificador e tanque de lavar elétrico.

 

Hoje, Advoneide Maria do Nascimento, de 32 anos, auxiliar de serviços gerais, é uma dessas pessoas que pôde ter a justiça social concretizada e agora a vida poderá seguir tranquilamente, com a cabeça sob o teto da casa própria. “Estou muito feliz hoje, graças a Deus, eu vinha pagando aluguel há 18 anos. Sou mãe e pai dos meus filhos e hoje foi uma honra ter ganhado minha casa. Só tenho a agradecer, primeiramente a Deus e a gestão do prefeito Joselito”.

 

Em sua fala no discurso, o deputado estadual Waldemar Borges destacou que “devolvemos ao povo o seu imposto através de ações como essa. O fato de ter vindo da outra gestão não diminui o compromisso da equipe liderada pelo prefeito Joselito e de todos nós que fazemos parte desse time político. Em muitas vezes, com tristeza, vemos no Brasil um governo que sucede o outro deixar o que vinha sendo feito para lá, desperdiçando recurso públic, privando a população de ter o que é de direito, por interesse e mesquinharias. Aqui não vai ter isso. A única coisa que a gente não aceita aqui é o que houve, lamentavelmente, em torno da entrega dessas obras. Não aceitamos enganação, manipulação de sorteios, nem privilégios e apadrinhamento. Esse grupo político vai  seguir buscando sempre o melhor para Gravatá, nossa terra, de forma correta e decente”. 

 

O deputado federal, André Ferreira, falou que “apenas nesse início de gestão do prefeito Joselito Gomes, foram investidos 28 milhões de reais voltados para habitação. Eu em Brasília, o deputado estadual Waldemar Borges aqui em Pernambuco, em parceria com a prefeitura, está sendo possível realizar tantas conquistas para a população de Gravatá. Já foi feito muito nesses primeiros 10 meses de gestão e muito ainda será feito”. 

 

O secretário Nacional de Habitação, Alfredo Eduardo dos Santos, que veio para Gravatá representando o Ministério de Estado do Desenvolvimento Regional especialmente para acompanhar a entrega das chaves às famílias. De acordo com ele, “vim para Gravatá com o intuito de prestar contas à sociedade brasileira do trabalho do Governo Federal, do presidente Jair Bolsonaro, que usa o mantra de respeitar os brasileiros e nós não podemos parar obras e temos que retomar as que foram paralisadas. Outro motivo da nossa vinda foi prestigiar e trazer até a sociedade de Gravatá o belo trabalho feito e eu gostaria de ressaltar o ótimo trabalho realizado pela secretária Viviane, que no fim do processo, que começou em 2018, teve todo o cuidado, embora tenha demorado mais, mas de buscar a essência do trabalho e atendimento às pessoas mais necessitadas. Espero que as pessoas que vão morar aqui sejam muito felizes e uma vida em comunidade muito agradável”.

 

A primeira-dama e secretária de Assistência Social e Juventude de Gravatá, Viviane Facundes, falou sobre a justiça social após todo transtorno provocado pela gestão anterior. “Esse é o nosso papel: defender o povo, trabalhar para ele, fazer justiça social. O prefeito Joselito vem fazendo isso com muita maestria, junto com sua equipe, com a minha da Assistência Social. Quero agradecer todo empenho e dedicação e dizer que estamos muito felizes, porque foi uma luta, mas conseguimos porque trabalhamos com respeito às pessoas, pois o nosso compromisso sempre será com elas”. 

 

O prefeito de Gravatá, Joselito Gomes, comemorou mais essa vitória do povo gravataense. “Hoje é um grande dia de ação de graças, depois de um longo caminho percorrido, com a coragem, determinação, responsabilidade da secretária de Assistência Social e Juventude, Viviane Facundes, e toda sua equipe, a presença e atuação da Caixa Econômica Federal, nós conseguimos alinhar tudo o que estava precisando ser alinhado até chegar o dia de hoje e fazer essa entrega. As pessoas que estão recebendo as casas estão felizes, eu também, assim como nossa gestão. É uma bênção de Deus você ter sua casa própria e poder viver com dignidade e assim vamos continuar trabalhando, porque nosso trabalho significa compromisso com as pessoas”. 

 

Processo transparente – A aquisição das casas do Programa Federal Casa Verde e Amarela, em Gravatá, passou por entrave judicial por causa de irregularidades que foram encontradas pela atual gestão municipal na seleção que foi realizada durante os anos de 2018 e 2020, na gestão anterior. O processo de inscrição não obedeceu aos requisitos legais e administrativos exigidos para a seleção do Programa do Governo Federal, que, na época, se chamava Minha Casa Minha Vida. Somente após a regularização dos cadastros foi realizado um novo sorteio, no último dia 11 de maio, contemplando o total de 194 famílias para morar no Residencial Riacho do Mel III. 

Reportagem: Ana Paula Figueirêdo

Fotos: Ednaldo Lourenço e Marcone Barros (SECOM)

 


QUADRO DE AVISOS




ÚLTIMAS NOTÍCIAS