Usuários do CAPS II participam de oficina de massas e molhos e recebem certificados

Tags: , , , ,
Publicado em 25 de agosto de 2021, por Filipe Vasconcelos | Categoria: Empreendedorismo

Uma manhã repleta de ensinamentos, muita mão na massa e dicas aos usuários para empoderá-los no meio social 

Para contribuir com o desenvolvimento das pessoas que são atendidas pelo Centro de Atenção Psicossocial de Gravatá  (CAPS II), a Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Saúde, ofereceu, nesta terça-feira (03), uma oficina de massas e molhos aos usuários.

Foi um momento de bastante aprendizado e de muita mão na massa, onde os usuários aprenderam a aprontar o macarrão e vários molhos, dentre eles o famoso molho de tomate, com dicas especiais para que eles possam fazer o diferencial em sua preparação.

Essa oportunidade dada aos usuários faz parte de um processo de atividades com cunho no serviço, além de empoderar o indivíduo no meio social com atividades sociais que visem sua autonomia de vida.

 

13 usuários participaram deste momento e uma delas foi Marilene Nunes, que comentou sobre o avanço em poder participar da oficina: “Para mim foi muito importante, como eu venho passando por perda de coordenação motora e não venho quase fazendo o serviço doméstico, como cozinhar, hoje eu venci uma batalha e eu sei que de pouquinho, devagarinho eu posso sim voltar a fazer comida”.

 

 

 

 

 

O professor Ivan Vilar fala sobre o curso: “A oficina foi muito boa, o pessoal recebeu muito bem com desempenho, desenvolveram bem as atividades. Hoje foi uma oficina de molhos e massas onde a gente veio com molhos Tambaú e outros molhos que a gente foi usando e ensinamos vários tipos de molhos, a forma de como prepará-lo e também cozinhar a massa”.

 

 

 

 

 

Jane  Silva, coordenadora do CAPS II, ressalta a importância de oferecer esses cursos aos usuários: “Os cursos são um meio de promover o empoderamento do sujeito. Dentro do escopo do trabalho do CAPS, a gente consiste na participação dos grupos terapêuticos mais oficinas de geração de renda. Quando os usuários estão em outra condição após a avaliação da médica e de toda equipe multidisciplinar a gente inclui os grupos de geração de renda para que eles se sintam pertencentes a sociedade”.

 

 

 

 

 

Presente neste momento tão marcante para o desenvolvimento dos usuários, o prefeito, Padre Joselito fala da importância da realização desses cursos: “Acho muito importante, no caso específico do CAPS porque vejo como sendo fundamental você poder ocupar o tempo da pessoa, a mente da pessoa com algo que fortalece a auto estima da pessoa como por exemplo o curso de massas e molhos. Além daquilo que cada pessoa que participou já sabia fazer, ela pode enriquecer seu conhecimento, e quem não sabia encontrou uma oportunidade para poder expressar toda criatividade e conhecimento. De modo que oportunidades assim são importantes, as pessoas estarão participando, estarão fortalecendo sua auto estima e quem sabe até mesmo buscando uma renda para si e para sua família. O trabalho continua porque o nosso compromisso é com as pessoas”.

 

 

 

Por fim, foram entregues aos participantes da oficina os certificados.

Sempre participativos e humanizados, a primeira-dama e secretária de Assistência Social e Juventude, Viviane Facundes, e o vice-prefeito e secretário de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, Júnior Darita estiveram presentes nesse momento.

Reportagem: Mathilde Souza

Fotos: Ednaldo Lourenço (SECOM)


QUADRO DE AVISOS




ÚLTIMAS NOTÍCIAS